Volkswagen: Fraude Escandalosa

 A Volkswagen protagoniza a maior fraude escandalosa da história da indústria automobilística, ao admitir que seu software faz a manipulação dos resultados em testes de emissão de poluentes nos veículos movidos à diesel.
Meme criado pelo Blog Amabijoux Mega com a silhueta do presidente-executivo da Volkswagen, Martin Winterkorn - e o logotipo da empresa.

 Em 21 de setembro, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos iniciou investigação penal contra a montadora alemã, que assumiu a fraude nos testes em cerca de 500 mil automóveis, somente naquele país.
 Outros países como Alemanha, Itália, França e Coreia do Sul, comunicaram que farão investigações paralelas sobre os veículos da marca vendidos em suas regiões. Segundo agências de notícias, a montadora confirmou que o equipamento da fraude estaria instalado em aproximadamente 11 milhões de unidades.

Prejuízos

 Em 22 de setembro, as ações da companhia tiveram queda de quase 20% na Alemanha, um prejuízo avaliado em cerca de 13 bilhões de Euros (R$ 58 bilhões) para os acionistas. 
 Conforme a Reuters, a montadora comunicou que vai reservar 6,5 bilhões de Euros (R$ 29 bilhões) de seu orçamento em 2015, para pagar custos ligados ao escândalo, montante que deve subir nos meses seguintes. Fora isso, a multa pela infração nos Estados Unidos pode alcançar US$ 18 milhões.
 Diante da grave situação, segundo o analista da consultoria Bloomberg, Evercore ISI Arndt Ellinghorst, existe a probabilidade de Martin Winterkorn não permanecer no cargo de presidente-executivo do grupo. "É claro que, se ele sabia disso, essas acusações pesariam tanto que ele precisaria enfrentar as consequências pessoalmente e pedir demissão.", afirmou o analista.  

Desculpas

 De acordo com vídeo publicado pela empresa, em 22 de setembro, Winterkorn pediu desculpas públicas pelo incidente. "As irregularidades contradizem tudo o que a Volkswagen apoia. Lamento infinitamente que tenhamos decepcionado essa confiança. Me desculpo de todas as formas aos nossos clientes, às autoridades e à opinião pública", falou o executivo. Em seguida, alegou que "não tem respostas para todas as perguntas neste momento". 

Atualizado em 25.09.2015

 O presidente-executivo da Volkswagen, Martin Winterkorn, renunciou em 23.09.2015.
 Em 25.09.2015, o Grupo Volkswagen anunciou o seu novo presidente-executivo: Matthias Müller.
 Saiba mais clicando em:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Desenhos Colorir: Mosquito da Dengue